Perfil de Cores na Sublimação: O que é? - Diferencial Print

Perfil de Cores na Sublimação: O que é?

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

A sublimação requer cuidados em todas as fases do processo. A escolha de bons materiais normalmente é o começo disso, passando pelas especificações de uso, tempo, temperatura, prensagem e consequente arte impressa. Para um resultado final de qualidade, entender as particularidades de uma personalização é de fato necessário. Você não vai querer investir em tinta, papel, substrato e prensa para no final imprimir uma estampa opaca ou distorcida, certo?

Hoje, abordaremos um tópico importantíssimo desse universo, e que não é um bicho de sete cabeças como às vezes aparenta: a cor. De forma mais técnica, vamos falar do Perfil de Cores e sua importância e aplicação na sublimação. Você sabe o que é um perfil de cores? Quais os impactos que a ausência de uma configuração precisa de cores pode acarretar? Atente-se nas próximas linhas, será de suma importância para sua produção.

Não custa lembrar que a Diferencial Print se preocupa com você e trabalha para garantir a maior excelência possível ao seu negócio. Acompanhe nosso trabalho no YouTube, com vídeos sobre diversos assuntos, bem como o site com todo o catálogo possível para suas compras. Aproveite!

 

Entendendo a importância do Perfil de Cores

Imagine o seguinte cenário: você tem uma belíssima arte digital, tem o papel próprio para impressão, a impressora adequada, a tinta e a prensa, ou seja, tem tudo para um trabalho de qualidade. Todavia, após sublimar seu item, percebe que a cor transferida ao material não foi exatamente a vista na tela do computador. Pior: o resultado foi tão diferente que nem parece coisas minimamente associadas.

Esse exemplo do parágrafo anterior é um problema recorrente, especialmente para os marujos de primeira viagem da sublimação. Trata-se da ausência de um perfil de cores adequadamente configurado para reproduzir de forma fiel o resultado da arte no substrato. Mas por que isso acontece? Bom, vamos começar do começo.

Temos uma percepção de cores no formato digital (isto é, reproduzidas no celular, computador, tablete, televisão e outros dispositivos) que é diferente do material impresso na palma da mão. Isso ocorre por algumas razões, mas destacamos as duas principais: a primeira é porque no formato digital há diversas variações de configuração para tonalidades, como brilho, nitidez, opacidade e etc, e o segundo motivo vai de encontro à qualidade e harmonia das ferramentas de impressão (impressora, tinta e papel). Acredite, se um dos componentes não acompanha a qualidade profissional dos demais, não há milagre que salve.

É aí que a importância do perfil de cores se faz presente. Também conhecido como Perfil ICC, a função dele será validar o uso da impressora adaptada à tinta sublimática para imprimir com exatidão as tonalidades do seu projeto gráfico. E mais: o perfil vai equilibrar os tons e lançar a quantidade exata de tinta no papel, ajudando na economia de pigmentos e papeis.

 

RGB e CMYK

A diferença entre cor digital e impressa acontece porque o que vemos na tela é nada mais que uma variação de intensidade de luz das cores primárias: vermelha (red), verde (green) e azul (blue). Chamamos esse modo de cor de RGB. O sistema de cor baseado na tonalidade da tinta utilizada no papel impresso é o CMYK, que nada mais é do que a composição formada pelas cores ciano (C), magenta (M), amarelo (Y – yellow) e preto (K – black).

Quando observamos uma imagem digital, observamos nuances RGB. Não é possível imprimir cores RGB no papel. O perfil de cores traduz cada ‘ponto’ de luz RGB fazendo com que o resultado palpável da arte seja o retrato RGB absoluto, sem distorção entre o desenho do computador e o impresso. Entender os dois modos de cores poderá ser útil para futuros transtornos durante a produção (e que fatalmente ocorrerá, afinal acidentes de percurso são normais na sublimação).

 

O Perfil de Cores ideal

De forma objetiva, o perfil de cores apropriado ao seu negócio é aquele que vai combinar num só arquivo específico (em formato ICC) o modelo da sua impressora, a marca da tinta sublimática e o tipo de papel sublimático. É, basicamente, um conjunto para cada tipo de impressão. O perfil icc não vai funcionar se você estiver em mãos um perfil de cores fora do padrão de pigmentação. É importante manter a impressão configurada do início ao fim do negócio.

Os perfis são desenvolvidos pelos fabricantes dos próprios aparelhos, e podem ser utilizados independente do sistema operacional ou software de tratamento de imagens. Você consegue obtê-lo de duas formas: a primeira, como já falamos, é direto com o fabricante da tinta (o mais recomendado) e a segunda é via download pronto na internet. Contudo, certifique-se que para o download você esteja exatamente no canal oficial da marca, até para não instalar nenhum arquivo de conteúdo ruim ou malicioso na sua máquina – e que pode comprometer mais ainda o andamento da sua personalização.

O vídeo abaixo no canal da Diferencial Print ensina como configurar um perfil de cores para impressora sublimática, acompanhe:

 

Dicas para obter a melhor cor na estampa

Compreendido o tema Perfil de Cor, elencamos a seguir alguns pontos que podem ajudá-lo a obter o retrato mais fiel da cor digital para a arte em cima do produto a ser personalizado.

  • Entenda a variação do substrato. Uma arte de caneca tem composição, fixação e nitidez diferente de uma arte de tecido, por exemplo. Entender as particularidades de cada item permitirá o melhor acerto na sublimação deles;
  • Regular tempo e temperatura de forma precisa é extremamente importante para não ter uma cor opaca ou escura demais;
  • Lembre-se que as impressoras são adaptadas para a sublimação, elas não vêm configuradas de fábricas para essa função, portanto sempre esteja atento às configurações. O processo de impressão pode alterar a tonalidade da cor;
  • O papel precisa ser sublimático. Coloque na cabeça que não há sublimação de qualidade sem papel de qualidade;
  • E por último, mas não menos importante: a tinta. Certifique-se de que tanto a marca da tinta quanto a sua qualidade está de acordo com o desempenho esperado. Tenha o perfil de cores exato para o melhor aproveitamento da sua produção.

 

Considerações finais

Visamos o melhor em termos de produção, e para isso estamos atento aos principais assuntos da sublimação. Dicas, observações e experiências são sempre bem-vindas para que o objetivo final seja sempre o melhor possível. Esperamos que esse texto tenha tirado dúvidas e ensinado um pouco mais sobre perfil de cores e sua importância. Até a próxima!

Compartilhe

Sobre o Autor