Como Personalizar Caneta | Sublimação de Canetas - Diferencial Print

Como Personalizar Caneta | Sublimação de Canetas

0
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

O mundo da sublimação é instigante. Nós, como bons amantes de brindes e estampas que somos, estamos tão cercados de produtos personalizados que às vezes nem mesmo nos damos conta de que é possível sublimar tanta coisa. Chinelo, chaveiro, almofada, capa para almofada, azulejo, pantufa, bottons, uma infinidade de tipos de copos e tantos outros substratos compõem esse catálogo quase que infindável de produtos.

Todavia, vamos abordar no decorrer das próximas linhas a personalização de um produto um tanto quanto diferenciado: a caneta. Quem nunca trabalhou com uma caneta personalizada com as cores e logo da empresa, não é mesmo? Ou quem nunca recebeu uma caneta de brinde daquela festa ou evento em que esteve presente? Creio que todos nós, em algum momento, já estivemos nesse cenário.

O que pouca gente sabe é que existem algumas especificações para trabalhar com canetas dentro da sublimação, como o seu material ideal de composição que permitirá sublimá-la, o tipo de papel indicado no momento da prensagem, o tipo de prensa adequada à estampa de canetas e as condições de tempo e temperatura. Pretendemos esclarecer essa e outras possíveis dúvidas nesse artigo do Blog da Diferencial Print.

Vamos nessa!

 

Caneta para Sublimação

Ainda que seja um tipo de produto fácil de encontrar e simples do ponto de vista do manuseio, a caneta própria para sublimação deve ser fabricada com um tipo de plástico denominado ABS, próprio para a prensagem em altas temperaturas. Isso porque esse tipo de material contém resina sintética termoplástica que absorve a adição de pigmentos, tornando-se apropriada à personalização.

O plástico ABS é derivado do petróleo e quimicamente conhecido como acrilonitrila butadieno estireno. Está presente na maioria dos produtos industriais por ser acessível economicamente, ter um aspecto leve e também flexível. A caneta tem por composição tradicional o polipropileno presente no tubo que leva a tinta à ponta, mas que por si só é impróprio para receber a prensagem da arte que será estampada em alta temperatura, e aí é que aparece o ABS: ele atua como uma espécie de camada superior, o corpo maior que será revestido pela arte e receberá o transfer.

 

A impressão da arte

Como já abordamos em artigos anteriores aqui no blog da Diferencial Print, para quaisquer trabalhos com sublimação você precisará dispor de papel transfer sublimático para a impressão da arte e posterior fixação no item, e com a caneta não é diferente.

Portanto, adquira o papel transfer sublimático e leve-o à impressora para impressão da estampa. Nesse caso, tanto a impressora sublimática como a laser podem fazer o trabalho de ilustração, não há diferenciação aqui. A caneta, já resinada, será revestida com a personalização e o passo posterior será direcioná-la à prensa térmica.

 

Prensagem da caneta

Canetas são substratos bastante únicos devido ao seu tamanho e estrutura. Existe um tipo de prensa especificamente própria para canetas e você pode conferir clicando aqui. Ela é pequena e simples de manusear, pois tem uma base com encaixe simples para as canetas e consequente alavanca que fecha no objeto.

PS: pode acontecer de modelos de Prensa Transfer Giro, próprias para impressão em copos long drink e outros materiais cilíndricos, virem com base para personalização de caneta. Aí cabe a você avaliar se o volume de trabalho com canetas é cabível para usar a Prensa Giro, pois nela você obrigatoriamente precisará desmontar a caneta para imprimir a arte sobre ela, coisa que na prensa própria para caneta não será preciso.

A temperatura média estimada para prensagem de canetas é de 180º C e o tempo de 10 segundo é suficiente para a arte fixar nela. Vale ressaltar um ponto positivo que é a não regulagem de prensagem, pois neste tipo de sublimação a caneta ficará fixa no molde e a prensa abaixa fazendo o movimento de pressão sem que o substrato gire e consequentemente crie atrito constante.

 

Considerações finais

E aí, curtiu? É bem simples trabalhar com canetas, não? Esperamos que esse artigo tenha esclarecido possíveis dúvidas acerca do trabalho com este material que pode servir muito bem como brindes em eventos, festas corporativas e outras ocasiões em que cabe sua inserção. É possível escalonar seu trabalho com canetas em pouco tempo, basta se atentar às informações.

Fique conosco nos próximos textos para mais dicas e esclarecimento dentro do universo da sublimação.

Compartilhe

Sobre o Autor